Balada da Tarde

from by Tijolo de Vera

/
  • Streaming + Download

     

lyrics

B A L A D A D A T A R D E
(Letra: Leonardo Leitão)

O sol tá quente e o céu, azul
Tanta gente e nenhum assunto
Ninguém percebe o atirador no telhado
Tarde perfeita pr'um assassinato

O asfalto preto ficou vermelho
E o ódio mortal virou o desespero
Ninguém percebe o corpo estirado
Numa tarde perfeita pr'um assassinato.

credits

from Quem Acredita em Simetria?, released July 8, 2013
Participações: Amin Boumaroun - Bateria; Fraklin Villaça - Sintetizador.

tags

license

all rights reserved

about

tijolodevera Niterói, Brazil

Banda fundada em Niterói (RJ) em 2005 com o desejo por uma mescla entre a música autoral, a poesia, o humor nonsense e o cinema. Influências do punk ao Scorcese, de Oswald de Andrade a Monty Python, do surf ao tantra.

contact / help

Contact tijolodevera

Streaming and
Download help